terça-feira, 20 de março de 2012

Dislexia

A palavra Dislexia vem do grego, “Dis” significa dificuldade e “lexis”, linguagem. As crianças com dislexias geralmente são identificadas nas salas de aulas por terem dificuldades na leitura, escrita e soletração. 

Algumas crianças disléxicas podem fazer confusões entre letras ou palavras que tenham diferenças sutis de grafia, como por exemplo o "h-n" ou "b-d"/"d-p"/"d-p".  

Os disléxicos geralmente são muito inteligentes e falam muito bem, por isso, muitas vezes são erroneamente rotulados de preguiçosos, descuidados ou imaturos. 

E muito importante ficar atento!!! 
A criança disléxica pode desenvolver comportamentos antissociais e agressivos, devido as frustrações causadas pelas suas dificuldades. 

Um diagnóstico preciso é importantíssimo! Recomenda-se que o diagnóstico seja feito por uma equipe multidisciplinar especializada (psicólogo, fonoaudiólogo, psicopedagogo e neurologista) não somente para se obter o diagnóstico, mas principalmente para garantir melhores práticas em termos de planejamento do tratamento e cuidado para a criança, levando em consideração todos os aspectos relevantes e fatores que exercem impacto sobre o atendimento e a qualidade de vida.

Se seu filho(a) tem uma "aprendizagem diferente" ou uma "dificuldade para aprender", lembre-se que com a informação correta e com ajuda especializada o potencial do seu filho pode ser desenvolvido!!!


Rosani Ap. Antunes Teixeira
Neurônios no Divã: Psicologia e Neurociências

Nenhum comentário:

Postar um comentário