quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Pílulas anticoncepcionais afetam a memória

Essa foi à conclusão que chegaram os pesquisadores da Universidade da Califórnia. 

A pesquisa publicada no Neurobiology of Learning and Memory, mostra que mulheres que tomam anticoncepcionais orais (pílulas), possuem alterações na memória emocional.

Os pesquisadores avaliaram setenta e duas mulheres, estudantes de graduação e pós-graduação da University of California com idade entre 18 e 35 anos. Foram comparados os resultados de 32 mulheres com ciclos hormonais normais e 34 que tomavam pílulas anticoncepcionais. 

O experimento consistia em mostrar fotos de uma mãe, seu filho, e um acidente de carro. A história foi composta por 11 slides, e as imagens nos slides eram idênticos entre as duas versões da história, mas a narrativa de áudio era diferente, em uma das versões era informado que o carro havia batido, enquanto outros disseram que o carro tinha atingido o garoto e o ferido gravemente.

Uma semana depois, todas as participantes passaram por teste surpresa sobre o que se lembra dessa história. As mulheres que usam contraceptivos hormonais por apenas um mês lembrado de forma mais clara os principais evento traumático (que tinha havido um acidente, que o menino havia sido levado às pressas para o hospital, que os médicos tentavam salvar a sua vida). Já as mulheres que não usavam contraceptivos lembraram-se de muito mais detalhes, (como por exemplo, um hidrante ao lado do carro).

Essas descobertas podem ajudar a responder perguntas muito mais complexas como: Porquê as mulheres tem síndrome de estresse pós traumático com mais frequência do que os homens? Como os homens se lembram de acontecimentos de maneira diferente das mulheres?

Segundo os pesquisadores, os homens mantêm a essência da história e não os detalhes e mulheres usuárias de tal método contraceptivo pode se lembrar de eventos emocionais de forma semelhante aos homens.


Fonte:
Shawn E. Nielsen, Nicole Ertman, Yasmeen S. Lakhani, Larry Cahill. Hormonal contraception usage is associated with altered memory for an emotional story. Neurobiology of Learning and Memory, 2011; 96 (2): 378 DOI: 10.1016/j.nlm.2011.06.013


Rosani Ap. Antunes Teixeira
Neurônios no Divã: Psicologia e Neurociências

Nenhum comentário:

Postar um comentário