sábado, 30 de julho de 2011

TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade) em Adultos.

O déficit de atenção e hiperatividade é um transtorno bem conhecido que se inicia na fase do desenvolvimento infantil e se caracteriza por desatenção, hiperatividade e impulsividade. 

Sabe-se que esses sintomas continuam na idade adulta, porem poucos adultos com TDAH são realmente identificados e tratados. Alguns sintomas como: dificuldades em seguir instruções, lembrar-se de informações importantes, concentrar-se, organizar tarefas, terminar trabalhos dentro de limites pré estabelecido e etc podem ser indícios desse transtorno no adulto.

Devido a essas dificuldades descritas acima, existem uma série de outros sintomas associados:

• Ansiedade e/ou Depressão;
• Baixa autoestima;
• Dificuldade em controlar a raiva;
• Abuso de substâncias (dependência química);
• Desorganização;
• Baixa tolerância à frustração;
• Problemas de relacionamento.

Esses comportamentos podem ser mais leves ou mais intensos e podem ser encontrados apenas alguns desses comportamentos ou vários deles e ainda podem variar de acordo com a situação em que a pessoa está vivendo. 

Se você estiver sofrendo com esses sintomas, não deixe de procurar ajuda especializada! Procure um médico especializado para que o diagnóstico correto seja feito. E inicie o tratamento mais apropriado para o seu caso (medicamentoso ou não). 

Alguns tratamentos podem ser bastante benéficos para adultos com TDAH:

Terapia Individual que visa aumentar a autoestima, reduzir o stress, a ansiedade e a depressão, além de ajudar a lidar com a frustração e raiva e de promover a melhora na capacidade em lidar com as situações difíceis.

Treinamento comportamental para ensinar a pessoa estratégias para organizar a casa, as atividades no trabalho, para controlar seu comportamento impulsivo, reduzir as distrações ao longo do dia e para encontrar soluções para o excesso de energia.


Rosani Ap. Antunes Teixeira
psic_rosani@yahoo.com.br
Neurônios no Divã

Um comentário:

  1. Eu li uma vez o livro Mentes Inquietas e achei que a autora me conhecia. Mas acabei esquecendo disso... sofro com todos esses sintomas, mas me trato de transtorno de pânico e depressão... será que isso não é consequência na verdade do TDA? Só não sei se tenho hiperatividade, acho que não... pelo contrário, sou um bichinho preguiça... rss Parabéns pelo blog, vou favoritar no meu.
    Abs.

    ResponderExcluir