terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Neuropsicologia


A neuropsicologia é uma ciência que estuda as relações entre o cérebro e o comportamento humano. Em outras palavras a neuropsicologia investiga como as diferentes lesões cerebrais afetam o comportamento e a cognição humana, e atua na elaboração de estratégias que visam melhorar a qualidade de vida de pacientes e seus familiares.

A partir da resolução 002/2004, do Conselho Federal de Psicologia, reconhece a neuropsicologia como especialidade em Psicologia para fim de concessão e registro do título de Especialísta. No Brasil, o título de Neuropsicólogo é exclusivo para psicólogos que tenham comprovada formação na área e no tema.

Segundo o 3º artigo dessa resolução, o Especialista em Neuropsicologia, “Atua no diagnóstico, acompanhamento, tratamento e na pesquisa da cognição, das emoções, da personalidade e do comportamento sob o enfoque da relação entre estes aspectos e o funcionamento cerebral". (...)

Utiliza instrumentos padronizados para avaliação das funções neuropsicológicas envolvendo principalmente habilidades de atenção, percepção, linguagem, raciocínio, abstração, memória, aprendizagem, habilidades acadêmicas, processamento da informação, visuoconstrução, afeto, funções motoras e executivas. (...)

O objetivo teórico da neuropsicologia e da reabilitação Neuropsicológica é ampliar os modelos já conhecidos e criar novas hipóteses sobre as interações cérebro-comportamentais. Trabalha com indivíduos portadores ou não de transtornos e sequelas que envolvem o cérebro e a cognição, utilizando modelos de pesquisa clínica e experimental, tanto no âmbito do funcionamento normal ou patológico da cognição. (...)

A Neuropsicologia e sua área interligada de Reabilitação Neuropsicológica visam realizar as intervenções necessárias junto ao paciente, para que possam melhorar, compensar, contornar ou adaptar-se às dificuldades; junto aos familiares, para que atuem como co-participantes do processo reabilitativo; junto a equipes multiprofissionais e instituições acadêmicas e profissionais, promovendo a cooperação na inserção ou re-inserção de tais indivíduos na comunidade quando possível, ou ainda, na adaptação individual e familiar quando as mudanças nas capacidades do paciente forem mais permanentes ou a longo prazo. (...)

Desenvolve atividades em diferentes espaços:
a) Instituições acadêmicas, realizando pesquisa, ensino e supervisão;

b) Instituições hospitalares, forenses, clínicas, consultórios privados e atendimentos domiciliares (realizando diagnóstico, reabilitação, orientação à família e trabalho em equipe multidisciplinar).

Bibliografia:
Resolução CFP Nº 002/2004, do Conselho Federal de Psicologia (CFP), regulamenta a Neuropsicologia como especialidade em Psicologia, publicada no Diário Oficial da União - DOU - do dia 05 de março de 2004.




Rosani Ap. Antunes Teixeira

Neurônios no Divã: Psicologia e Neurociências
Blog feito por psicólogas que acreditam em neurônios
http://www.neuroniosnodiva.blogspot.com/

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário